Saiba o que comer à noite para não engordar. Opções para embalar o sono e emagrecer

690

O que comer à noite para não engordar? Com certeza o que comer antes de dormir é uma dúvida comum entre quem deseja emagrecer e manter a saúde. Seja na janta ou na ceia, o cardápio noturno requer cuidado e atenção a fim de não cair em armadilhas que resultam no acúmulo de gordura e, até mesmo, dificuldades para dormir.

 

Alimentos que não engordam à noite

 

Uma alimentação balanceada antes de dormir é essencial para manter a saúde e equilibrar o peso. Como o metabolismo durante o sono é mais lento, é importante apostar em pratos com baixo valor calórico, fáceis de digerir e com pouca gordura, sal e açúcar, que não sobrecarregarão o organismo.

 

 

Uma dica preciosa para última refeição do dia é apostar em comidas que ajudam na qualidade do sono, o que também contribui para o processo de emagrecimento.
Quando dormimos, os hormônios do prazer, humor e disposição são regulados, assim como a leptina, que é a substância que dá a sensação de saciedade, o que evita deslizes na dieta e lanches noturnos.

 

 

 

Mel, Nozes e Alface são alimentos ricos em triptofano, um aminoácido que ajuda na produção de substâncias que regulam e dão qualidade ao sono.

Laticínios, como leite e iogurte, têm cálcio em sua composição, que é um nutriente ótimo para dormir melhor. A deficiência deste mineral pode, inclusive, dificultar a chegada do sono.

 

 

Os benefícios da aveia já são ótimo para a saúde como um todo e ainda facilitam a chegada do sono. Por aumentar níveis de açúcar no sangue e ser rico em melatonina, hormônio do sono, o cereal facilita o processo para dormir.

 

 

Alguns alimentos são conhecidos por ajudar a ter um sono mais tranquilo, o que é ótimo para regular o peso, já que dormir libera leptina, sustância que afasta a fome. Confira algumas frutas que possuem esta ação:

Uva

É indicada para comer antes de dormir pois fornece melatonina, que é um dos principais hormônios do sono. Portanto, ela é uma grande aliada de quem sofre de insônia e ainda oferece nutrientes que são antioxidantes, ou seja, controlam os radicais livres que agridem as células saudáveis.

 

 

Goji Berry 

Outra opção rica em antioxidantes, ajuda a dormir e ainda ameniza distúrbios emocionais, como ansiedade.

 

 

Banana

Ótima para ser consumida a noite, pois seu teor de magnésio age no organismo como um relaxante muscular natural, o que facilita a chegada do sono.

 

 

 

Depois da academia

 

O ideal é apostar em carboidratos bons, como pão e arroz integrais, além de proteínas, como frango, ovos, leite e iogurte. Porém, é preciso evitar alimentos ruins para o pós-treino, como barras de cereais industrializadas, que podem anular os benefícios da prática física.

 

Cereais como grãos integrais ajudam a repor a glicose queimada durante as atividades físicas, evitando a hipoglicemia, que pode causar mal-estar, explica a especialista. ” As frutas também são indicadas para recuperar antioxidantes liberados na ginástica”, conta.

 

 

O pós-treino pode ser composto também por sementes de abóbora, que melhoram o condicionamento muscular pois contém magnésio.

“Uma opção maravilhosa para o jantar é frango assado com vegetais verdes, como couve e arroz integral. Esse prato é rico em magnésio, ideal para reparar os músculos e relaxar o corpo.”

 

 

 

Comer ovo à noite engorda?

De acordo com a especialista, a ideia de que ovo engorda não é real, já que o alimento fornece gorduras boas que, inclusive, podem complementar o emagrecimento.

 

 

 

“Estudos recentes mostram que, quando consumido na quantidade adequada e aliado a uma alimentação saudável, o ovo ajuda a perder peso já que é uma fonte de proteína completa que contém todos os aminoácidos essenciais, sendo muito bom para promover saciedade, conta a nutricionista Camilla Fiora.

 

 

Entretanto, é preciso tomar cuidado com o modo de preparo do alimento, já que fritá-lo pode acarretar no aumento da quantidade de gordura em aproximadamente 40%. A melhor alternativa é apostar nas versões cozidas ou pouché, que preserva todos os nutrientes. Omeletes e ovos mexidos também são indicados, desde que preparados sem óleo.

 

 

 

Qual é o melhor horário para comer à noite?

 

Tão importante quanto o que comer no cardápio noturno, é o horário das refeições que você deve seguir. O jantar deve acontecer até duas horas antes de dormir, para que o organismo tenha tempo para fazer a digestão. Quanto à ceia, o ideal é que ocorra até 1h30 antes de deitar, a fim de evitar desconfortos como gases e azia.

 

 

 

O que NÃO comer antes de dormir

 

Assim como existem alimentos que não engordam, há que os devem ser evitados de antes de dormir. Bebidas com cafeína, como café e chocolates, são estimulantes naturais que prejudicam o sono. Portanto, devem ser evitados.

 

 

 

Alimentos gordurosos e embutidos são ruins em qualquer período do dia, mas à noite eles são ainda piores, porque podem causar dificuldade para dormir, retardar o processo digestivo e ainda acumular gordura corporal.

 

 

A carne vermelha também é rica em gorduras e deve, portanto, ser evitada. Já os alimentos de alto índice glicêmico, como doces, são absorvidos rapidamente pelo organismo, o que aumenta a energia no período noturno e ainda fazer sentir fome logo.

 

 

 

CARDÁPIO

Opções saudáveis para a ceia

Opção 1: 1 copo de leite desnatado adoçado com 1 colher (chá) de mel

Opção 2: 1 unidade de iogurte desnatado com 1 colher (sobremesa) de aveia

Opção 3: 1 banana média com 30 gramas de oleaginosas (nozes, castanhas, avelã, amêndoas, macadâmia)

Comentários