14 piores comidas para quem sofre de refluxo ou azia: cebola, frutas cítricas e mais

99

Quem sofre de problemas gástricos como refluxo ou azia sabe que o consumo de determinados alimentos, mesmo em pequenas doses, pode ativar o gatilho que aciona os sintomas que provocam grandes desconfortos. Cada pessoa reage de maneira diferente aos tipos de comidas, mas alguns deles são famosos por comumente causarem os distúrbios.

 

Comidas que provocam crises de refluxo ou azia

Além de evitar alimentos que aumentam a acidez do estômago, pessoas que sofrem de refluxo ou azia devem procurar ajuda médica para conhecer uma dieta específica para a condição.

O especialista normalmente indicará opções ricas em fibras, como fibras, legumes e alimentos integrais. Conheça os tipos de comidas que devem ser eliminados ou diminuídos da dieta:

 

  • Alimentos fritos ou gordurosos

  • Cebola

  • Carne vermelha

  • Embutidos, como linguiça, salsicha e bacon

  • Chocolate

  • Café e chá

  • Bebidas alcoólicas

  • Bebidas gaseificadas

  • Tomate

 

  • Pimenta e alimentos condimentados

  • Macarrão

  • Pão branco

  • Morango

  • Laranja e outras frutas cítricas

 

Como evitar refluxo e azia

 

O refluxo é o retorno do conteúdo estomacal ao esôfago que provoca a sensação de queimação e azia, além de outros desconfortos gástricos devido à sua acidez.

Os cuidados com o cardápio são importantes, mas uma mudança de hábitos também pode ser fundamental para evitar azia e refluxo. Evite, por exemplo, comer demais e/ou se deitar logo depois das refeições para diminuir as chances de incidência dos problemas.

Quem sofre de azia ou refluxo ainda precisa evitar ingerir comidas muito quentes ou muito frias, manter o corpo hidratado bebendo muita água ao longo do dia e praticar esportes regularmente, já que as atividades físicas também contribuem para amenizar os sintomas.

 

Antes de sair correndo para a farmácia em busca de remédios, confira aqui algumas dicas de remédio caseiro e natural para o refluxo gastroesofágico:

1. Perca peso

Estudos mostram que perder 10% de sua gordura corporal pode melhorar os sintomas de refluxo ácido.

2. Comece uma dieta para refluxo

O primeiro passo para adotar uma dieta que ajuda a controlar o refluxo é evitar os alimentos citados anteriormente. Porém, os alimentos que fazem bem ou mal podem variar de acordo com a pessoa. Preste atenção nos sintomas e no que você come todos os dias.

3. Tente comer amêndoas cruas

Elas produzem alcalina, uma substância que neutraliza os ácidos presentes no corpo e, dessa forma, equilibra o pH da região estomacal, além de ser uma boa fonte de cálcio.

4. Beba dois copos de suco de aloe vera puro por dia

O suco melhora a digestão e a circulação sanguínea, ajuda na desintoxicação do corpo e até mesmo no alívio da dor. O suco de babosa é outro bom aliado, pois contém várias vitaminas e minerais, incluindo vitamina C, vitaminas do complexo B, ferro, cobre, cálcio, potássio e manganês.

5. Comece seu dia com um copo de água quente e suco de limão fresco

Tome essas bebidas de estômago vazio, uns 15 ou 20 minutos antes de se alimentar. Dessa forma, o corpo consegue equilibrar naturalmente seus níveis ácidos, o que ajuda muito a parte digestiva.

6. Tente tomar uma colher de sopa de bicarbonato de sódio em meia xícara de água

Não é saboroso, mas é eficaz, pois neutraliza o ácido do estômago.

7. Tome de 1 a 2 colheres de chá de vinagre de maçã, diariamente

Por ele ter sabor amargo e adstringente, misture com um pouco de mel ou limão. A mistura ativa as enzimas digestivas e auxilia no processo natural do metabolismo dos alimentos.

8. Coma uma maçã vermelha após as refeições que não caíram bem

Rica em fibras solúveis, a maçã ajuda a regular o intestino, tem agentes cicatrizantes que auxiliam em casos de azia, gastrite e úlceras, e atuam na mucosa do sistema digestivo.

9. Tome chá de camomila, hortelã ou feno-grego

Esses chás ajudam a reduzir sintomas de refluxo.

10. Mastigue um chiclete após as refeições

Apesar de não fazer bem para os dentes, ele aumenta a produção de saliva e reduz os níveis de ácido no esôfago.

11. Procure dormir virado para o lado esquerdo

De acordo com um estudo publicado pelo The Journal of Clinical Gastroenterology, dormir do lado direito pode causar um aumento do nível de ácido no estômago, o que aumenta os sintomas da doença dorefluxo gastroesofágico.

 

 

Outras dicas também são válidas para diminuir os sintomas: parar de fumar; não usar roupas apertadas; não praticar exercício logo depois de uma refeição; não deitar logo após a refeição (esperar sempre cerca de três horas); elevar a cabeceira da cama se você possui refluxo à noite. E, claro, essas são dicas que podem funcionar para sintomas iniciais, mas é sempre recomendável consultar uma médica ou médico.

Comentários